5 de novembro de 2021

Você realmente sabe como mensurar resultados do seu negócio?

Não é novidade para ninguém que, em grande parte dos casos, os gestores encontram dificuldades para mensurar o desempenho das suas empresas, seja ela de pequeno, médio ou até mesmo de grande porte. Para isso, descobrir métodos realmente eficazes para mensurar os resultados do seu próprio negócio é uma tarefa mais do que necessária, ainda mais quando levamos em conta o cenário de alta competitividade que existe nos dias atuais.

E como você deve imaginar, isso deve ocorrer com muito planejamento. Afinal de contas, quanto mais precisão nesses resultados, mais fácil será trabalhar com um cenário real. Isso significa, por exemplo, trilhar um caminho mais seguro para melhorar o desempenho de qualquer empresa no mercado.

Além disso, é importante ter em mente que essa análise deve ser realizada de forma periódica. Ou seja, ao fazer isso, o gestor conseguirá revisar as metas e traçar um planejamento estratégico para conseguir alcançar com mais facilidade os objetivos do negócio.

Se você deseja descobrir de uma vez por todas como mensurar os resultados da sua empresa corretamente, saiba que esse é o conteúdo certo. Continue lendo esse texto até o final para descobrir um dos melhores caminhos para aumentar a competitividade do seu negócio. 

Boa leitura!

Por que é tão importante mensurar os resultados da minha empresa?

Antes de descobrir como mensurar os resultados da sua empresa, você precisa compreender os principais benefícios que esse mecanismo proporciona, não é verdade?

Pois bem! Por se tratar de uma prática que contribui, e muito, para a identificação de diversos problemas do negócio, essa medida acaba ajudando de muitas maneiras, como nas análises preditivas e nas tomadas de decisões.

No caso das análises preditivas, um grande volume de dados é utilizado, o que ocorre sempre com base no histórico da empresa. Isso permite a identificação de padrões que vão possibilitar o desenvolvimento de cenários futuros. Essa metodologia utiliza o Big Data para estimar essas previsões.

Quando se trata da tomada de decisões, é necessário levar em consideração que o levantamento dos dados ajuda a deixar em evidência uma série de medidas importantes, o que deve ocorrer por meio de uma análise crítica. Dentre essas medidas, podemos citar os investimentos que devem ser realizados, a redução de custos e diversas ações que vão servir para aumentar a produtividade da empresa. Ou seja, a análise de dados facilita a tomada de decisões.

Mas, afinal, o que devo fazer para mensurar os resultados do meu negócio?

Após compreender algumas das principais vantagens de mensurar os resultados do seu negócio, chegou o momento de partir para a prática.

Vamos lá?

1 – Comece definindo as metas e os objetivos

Para começar, é extremamente importante definir as metas e os objetivos. E isso precisa ocorrer em um curto, médio e longo prazo.

No entanto, a empresa precisa trabalhar com metas e objetivos que sejam, de fato, realistas. Caso contrário, quando as projeções irrealistas são colocadas em prática, os colaboradores vão encontrar diversos obstáculos que vão atrapalhar o andamento de qualquer processo.

Portanto, após fazer uma análise do cenário da empresa, o negócio precisa desenvolver projeções realistas para conseguir solucionar seus problemas e objetivos.

2 – Não deixe de estabelecer indicadores

O próximo passo consiste em estabelecer os indicadores. Essa etapa possibilita uma maior precisão ao mensurar os resultados da empresa.

Para isso, a companhia deve estabelecer seus Key Performance Indicators (KPIs), ou Indicadores-Chave de Desempenho em tradução livre. Ou seja, após fazer a definição das suas metas e objetivos, a empresa precisa apontar quais dados vão servir no acompanhamento da performance do negócio.

Em grande parte dos casos, utiliza-se dados coletados por meio de softwares e sistemas de gestão para facilitar esse processo. Por exemplo, vamos supor que o objetivo seja otimizar a estrutura de custos, certo? Para isso, será necessário reunir um extrato com todas as saídas de caixas em um período igual ou superior a 90 dias. Após isso, essas despesas serão analisadas, o que vai permitir uma redução ou cortes em processos que não estão dando os resultados esperados.

3 -Faça uma análise do histórico de dados

Outro passo importante consiste em realizar uma análise do histórico de dados. Essa é uma das melhores formas de identificar padrões nos processos da empresa e, com isso, realizar análises mais precisas para o futuro.

Porém, muitos gestores acabam se perguntando como fazer isso. Pois bem, a análise do histórico de dados pode ser realizada por meio da coleta dos resultados de meses anteriores dos KPIs.

4Utilize a tecnologia ao seu favor

A tecnologia é uma grande facilitadora de processos. Nos dias atuais, ela vem se tornando cada vez mais importante e necessária para a sociedade, inclusive para as empresas de todos os segmentos.

No entanto, nem sempre esse instrumento é explorado corretamente. Quando se trata de análise de resultados, muitos softwares e ferramentas de medição desempenham um papel fundamental nesse processo, como é o caso dos sistemas de gestão, softwares de processamentos de dados e por aí vai.

Além disso, torna-se imprescindível levar em conta os relatórios gerados pelas plataformas digitais, como o Google Analytics e os relatórios das redes sociais.

5 – Monitore periodicamente os dados

Como foi falado logo no início do texto, o monitoramento periódico é uma tarefa extremamente importante e necessária. Afinal de contas, o constante monitoramento vai evitar que os dados, que normalmente se transformam com o passar do tempo, passem despercebidos.

Para isso, muitas empresas costumam avaliar seu desempenho de forma semestral. Isso acaba permitindo, por exemplo, a adoção de medidas com muito mais agilidade.

6 – Por fim, não deixe de elaborar relatórios

O último passo consiste em elaborar relatórios, o que vai permitir análises futuras sempre que for necessário.

Além disso, esse documento pode reunir uma linha de tendências para o futuro, bem como definir as metas e objetivos da empresa. Fazendo isso, o plano de ação poderá ser estruturado com mais facilidade.

E aí, o que achou das nossas dicas? Caso tenha gostado desse conteúdo e queira aprender mais, basta dar um clique aqui para acessar o nosso blog. Até logo!

Início Blog

Posts recentes

Destaques

5 de novembro de 2021

Você realmente sabe como mensurar resultados do seu negócio?

Não é novidade para ninguém que, em grande parte dos casos, os gestores encontram dificuldades para mensurar o desempenho das suas empresas, seja ela de pequeno, médio ou até mesmo de grande porte. Para isso, descobrir métodos realmente eficazes para mensurar os resultados do seu próprio negócio é uma tarefa mais do que necessária, ainda mais quando levamos em conta o cenário de alta competitividade que existe nos dias atuais.

E como você deve imaginar, isso deve ocorrer com muito planejamento. Afinal de contas, quanto mais precisão nesses resultados, mais fácil será trabalhar com um cenário real. Isso significa, por exemplo, trilhar um caminho mais seguro para melhorar o desempenho de qualquer empresa no mercado.

Além disso, é importante ter em mente que essa análise deve ser realizada de forma periódica. Ou seja, ao fazer isso, o gestor conseguirá revisar as metas e traçar um planejamento estratégico para conseguir alcançar com mais facilidade os objetivos do negócio.

Se você deseja descobrir de uma vez por todas como mensurar os resultados da sua empresa corretamente, saiba que esse é o conteúdo certo. Continue lendo esse texto até o final para descobrir um dos melhores caminhos para aumentar a competitividade do seu negócio. 

Boa leitura!

Por que é tão importante mensurar os resultados da minha empresa?

Antes de descobrir como mensurar os resultados da sua empresa, você precisa compreender os principais benefícios que esse mecanismo proporciona, não é verdade?

Pois bem! Por se tratar de uma prática que contribui, e muito, para a identificação de diversos problemas do negócio, essa medida acaba ajudando de muitas maneiras, como nas análises preditivas e nas tomadas de decisões.

No caso das análises preditivas, um grande volume de dados é utilizado, o que ocorre sempre com base no histórico da empresa. Isso permite a identificação de padrões que vão possibilitar o desenvolvimento de cenários futuros. Essa metodologia utiliza o Big Data para estimar essas previsões.

Quando se trata da tomada de decisões, é necessário levar em consideração que o levantamento dos dados ajuda a deixar em evidência uma série de medidas importantes, o que deve ocorrer por meio de uma análise crítica. Dentre essas medidas, podemos citar os investimentos que devem ser realizados, a redução de custos e diversas ações que vão servir para aumentar a produtividade da empresa. Ou seja, a análise de dados facilita a tomada de decisões.

Mas, afinal, o que devo fazer para mensurar os resultados do meu negócio?

Após compreender algumas das principais vantagens de mensurar os resultados do seu negócio, chegou o momento de partir para a prática.

Vamos lá?

1 – Comece definindo as metas e os objetivos

Para começar, é extremamente importante definir as metas e os objetivos. E isso precisa ocorrer em um curto, médio e longo prazo.

No entanto, a empresa precisa trabalhar com metas e objetivos que sejam, de fato, realistas. Caso contrário, quando as projeções irrealistas são colocadas em prática, os colaboradores vão encontrar diversos obstáculos que vão atrapalhar o andamento de qualquer processo.

Portanto, após fazer uma análise do cenário da empresa, o negócio precisa desenvolver projeções realistas para conseguir solucionar seus problemas e objetivos.

2 – Não deixe de estabelecer indicadores

O próximo passo consiste em estabelecer os indicadores. Essa etapa possibilita uma maior precisão ao mensurar os resultados da empresa.

Para isso, a companhia deve estabelecer seus Key Performance Indicators (KPIs), ou Indicadores-Chave de Desempenho em tradução livre. Ou seja, após fazer a definição das suas metas e objetivos, a empresa precisa apontar quais dados vão servir no acompanhamento da performance do negócio.

Em grande parte dos casos, utiliza-se dados coletados por meio de softwares e sistemas de gestão para facilitar esse processo. Por exemplo, vamos supor que o objetivo seja otimizar a estrutura de custos, certo? Para isso, será necessário reunir um extrato com todas as saídas de caixas em um período igual ou superior a 90 dias. Após isso, essas despesas serão analisadas, o que vai permitir uma redução ou cortes em processos que não estão dando os resultados esperados.

3 -Faça uma análise do histórico de dados

Outro passo importante consiste em realizar uma análise do histórico de dados. Essa é uma das melhores formas de identificar padrões nos processos da empresa e, com isso, realizar análises mais precisas para o futuro.

Porém, muitos gestores acabam se perguntando como fazer isso. Pois bem, a análise do histórico de dados pode ser realizada por meio da coleta dos resultados de meses anteriores dos KPIs.

4Utilize a tecnologia ao seu favor

A tecnologia é uma grande facilitadora de processos. Nos dias atuais, ela vem se tornando cada vez mais importante e necessária para a sociedade, inclusive para as empresas de todos os segmentos.

No entanto, nem sempre esse instrumento é explorado corretamente. Quando se trata de análise de resultados, muitos softwares e ferramentas de medição desempenham um papel fundamental nesse processo, como é o caso dos sistemas de gestão, softwares de processamentos de dados e por aí vai.

Além disso, torna-se imprescindível levar em conta os relatórios gerados pelas plataformas digitais, como o Google Analytics e os relatórios das redes sociais.

5 – Monitore periodicamente os dados

Como foi falado logo no início do texto, o monitoramento periódico é uma tarefa extremamente importante e necessária. Afinal de contas, o constante monitoramento vai evitar que os dados, que normalmente se transformam com o passar do tempo, passem despercebidos.

Para isso, muitas empresas costumam avaliar seu desempenho de forma semestral. Isso acaba permitindo, por exemplo, a adoção de medidas com muito mais agilidade.

6 – Por fim, não deixe de elaborar relatórios

O último passo consiste em elaborar relatórios, o que vai permitir análises futuras sempre que for necessário.

Além disso, esse documento pode reunir uma linha de tendências para o futuro, bem como definir as metas e objetivos da empresa. Fazendo isso, o plano de ação poderá ser estruturado com mais facilidade.

E aí, o que achou das nossas dicas? Caso tenha gostado desse conteúdo e queira aprender mais, basta dar um clique aqui para acessar o nosso blog. Até logo!

Início Blog

Posts recentes

Destaques

Downloads